Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

MIT Portugal e Critical projectam carro eléctrico sem condutor

O grupo Critical e o programa MIT Portugal assinaram hoje, em Lisboa, um protocolo destinado ao lançamento de um projecto com um custo de 400.000 euros que visa a concepção de um veículo eléctrico sem condutor, revela a agência Lusa.

O acordo, assinado no âmbito da reunião anual do MIT Portugal, prevê a abertura de um concurso dirigido a equipas de investigação que actuem nas áreas dos transportes, energia e design de energia avançada, atribuindo um prémio de 40.000 euros ao vencedor.

O Critical Challenge desafia as equipas concorrentes a desenvolver veículos energeticamente eficientes com capacidade para transportar até nove passageiros, devendo as candidaturas ao prémio ser entregues em Novembro.

Segundo explica o presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, António Cunha, a iniciativa insere-se no quadro da nova estratégia do MTI Portugal hoje apresentada e que tem a ver com o objectivo de uma maior integração das áreas de pesquisa e colaboração entre empresas e universidades.

O incremento da sustentabilidade na área dos transportes e da electricidade e o desenvolvimento das biotecnologias em áreas como a engenharia de células estaminais para tratamentos em medicina são alguns dos domínios em que vai passar a incidir o programa, referiu.

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.