Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Leiria recebe 3,5 milhões de euros para comércio tradicional

O comércio tradicional do distrito de Leiria foi contemplado com 3,5 milhões de euros no âmbito do Sistema de Incentivos à Modernização do Comércio (MODCOM), anunciou hoje a Secretaria de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, revela a agência Lusa.

Segundo a Secretaria de Estado o valor destina-se a apoiar 96 projectos, que vão criar 172 postos de trabalho, num investimento global de 7,9 milhões de euros. Numa nota de imprensa a tutela informa que a estes projectos, aprovados na quarta fase do MODCOM, há a somar 124 apoiados nas fases anteriores deste sistema.

«Ao todo, o MODCOM já apoiou e apoiará 220 projectos, de empresas e associações, correspondentes a um incentivo público de seis milhões de euros, tendo por objectivo a modernização de micro, pequenas e médias empresas do sector do comércio», revela a Secretaria de Estado.

No distrito, Leiria foi o concelho a ter mais iniciativas aprovadas (31), seguindo-se Pombal (18), Caldas da Rainha (15) e Alcobaça (10).

No fundo da tabela estão Bombarral, Figueiró dos Vinhos e Porto de Mós, com um projecto aprovado cada nesta quarta fase do MODCOM.

O MODCOM disponibiliza apoio financeiro a micro, pequenas e médias empresas, dividindo-se entre os apoios a lojas individuais, lojas em rede e a estruturas associativas do sector do comércio, com vista à promoção dos centros urbanos.

«Numa análise por tipologia de acção verifica-se que a maioria dos projectos apoiados estão no âmbito do apoio a lojas individuais (86), seguindo-se o apoio às estruturas associativas (7) e, finalmente, o apoio às redes de lojas (3)», acrescenta a Secretaria de Estado.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Leiria, Batalha e Porto de Mós, Paulo Sousa, reconhece que este sistema de incentivos »tem interesse” e que “pode e deve continuar”, mas sublinha que «é um paliativo que resolve apenas o problema de um por cento das lojas. Não é isto que resolve o problema do comércio», sublinhando que «99% [dos lojistas] não tem apoio». Paulo Sousa defende ainda a necessidade de medidas estruturais por parte do Estado para o comércio, que passariam pela formação e, mesmo, certificação de conhecimentos para quem quer ser empresário na área comercial.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.