Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Formação & Ensino

IPL apresenta candidaturas para investimentos na ordem dos 11 milhões de euros

O Instituto Politécnico de Leiria (IPL) submeteu, dia 17 de Julho, três candidaturas a novas infra-estruturas de I&D+i, no âmbito do Sistema de Infra-Estruturas Científicas e Tecnológicas (SAICT), do MaisCentro, envolvendo um valor total de 11.114.452,12 de euros, revela o instituto em comunicado.

Cerca de 2,9 milhões de euros destinam-se ao Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado de Produto (CDRsp), na Marinha Grande, uma nova infra-estrutura científico-tecnológica, destinada às actividades desenvolvidas pelo CDRsp. Dotado de diversos espaços para prática laboratorial, formação avançada e desenvolvimento de acções de divulgação e disseminação, o centro foi criado com o objectivo de proporcionar «uma efectiva transferência de tecnologia e troca de saber entre o meio industrial e o académico», explica em comunicado.

Para o Centro de I&D, Formação e Divulgação do Conhecimento Marítimo (CETE Mares), em Peniche, foi apresentada uma candidatura envolvendo um investimento de quase três milhões de euros, que se prende com «a necessidade de construir uma sede para o desenvolvimento dos projectos do Grupo de Investigação em Recursos Marinhos (GIRM), com vista à realização de actividades direccionadas para o desenvolvimento sustentável dos recursos marinhos, promoção de novas actividades económicas marítimas, entre outros», adianta o comunicado.

Este grupo de investigação, para além de um centro de I&DT, pretende assumir-se como um centro de apoio à formação e divulgação do conhecimento marítimo, e às actividades de formação associadas às ciências e tecnologias do mar, integrando as novas instalações do Laboratório Biotecnologia do Oeste.

Relativamente ao Instituto para o Desenvolvimento do Conhecimento e Inovação nas Organizações (ICI), localizado em Leiria, o projecto apresentado envolve um investimento superior a 5,2 milhões de euros, e centra-se na edificação de um centro de I&D, formação e divulgação do conhecimento científico e tecnológico, a localizar no Campus 2 do IPL, em Leiria.

As candidaturas apresentadas prevêem ainda o investimento na construção de um pavilhão desportivo na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS), Campus 1 do IPL, em Leiria, no valor de 1,752 milhões de euros, com o objectivo de «suplantar o desequilíbrio que se tem vindo a verificar entre procura e oferta desportiva», explica.

O IPL recorda que tem em curso a construção da cantina da residência da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM), em Peniche, cuja conclusão está prevista para Dezembro de 2009, representando um investimento total de 2.398.481,35 euros (1.142.105,12 euros provenientes de comparticipação FEDER, 719.573,00 euros de comparticipação PIDDAC e 536.803,23 euros de receitas próprias).

Em fase de construção está também a segunda fase do Edifício Pedagógico da ESTM, um investimento de 1.679.835,52 euros (931.702,96 euros provenientes de comparticipação FEDER, 627.404,26 euros de comparticipação PIDDAC e 120.728,30 euros de receitas próprias). A conclusão está prevista para Janeiro de 2010.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.