Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

DST instala painéis fotovoltaicos e solares térmicos em Óbidos

O grupo DST, através da DST SOLAR, vai instalar painéis fotovoltaicos e solares térmicos em Óbidos no seguimento da parceria estabelecida este mês com o município. A iniciativa decorre do projecto Óbidos Solar, que representa um investimento de 37 milhões de euros, e visa instalar uma unidade de microprodução em 1500 habitações do município, democratizando o acesso às energias renováveis, revela a empresa em comunicado.

A iniciativa Óbidos Solar permite ao munícipe gerar energia a partir de casa através de um investimento inicial máximo de mil euros e da cedência de posição contratual a uma empresa parceira.

As habitações aderentes ao projecto terão um decréscimo de 30 a 40% na factura energética, resultante da instalação de painéis solares térmicos, bem como um rendimento extra decorrente da venda de 25% da energia produzida à EDP.

Os restantes 75% do valor da venda da energia serão consignados à empresa que faz o investimento por um período máximo de nove anos. Após este tempo, a totalidade da receita obtida com a venda de energia reverterá a favor do munícipe.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.