Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Investigadores da FTUC encontram solução para problema do Enegrecimento da prata

Os investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC) e o Instituto Pedro Nunes (IPN) encontraram a solução para o problema do enegrecimento da prata, que tem conduzido a quebras nas exportações de peças deste material e de joalharia.

Em causa está o desenvolvimento de um «revestimento fino que, utilizando a técnica da pulverização catódica, protege a prata e as suas ligas do fenómeno de enegrecimento mas que permite que as peças mantenham todas as suas características, incluindo o brilho e a cor, o que não acontece com as soluções já existentes no mercado», afirma a investigadora responsável pelo projecto, Ana Paula Piedade, do CEMUC, adiantando que «o revestimento é eficaz não só na prata, como nas ligas de prata e nas casquinhas de prata».

A investigação que originou este invento, já protegido com patente detida pela empresa, foi financiada pela Agencia de Inovação (ADI). O processo já foi optimizado e a tecnologia está prestes a ser implementada pela indústria.

O desafio foi colocado, em 2004, à FCTUC pela Associação dos Industriais de Ourivesaria e Relojoaria do Norte. Posteriormente, após várias reformulações, o projecto prosseguiu com a Empresa Ferreira Marques e Irmãos, S.A., maior empresa nacional do ramo, detentora da marca Topázio.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.