Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Estabilizar arribas de S. Pedro vai custar 1,9 milhões

A estabilização das arribas de São Pedro de Moel, no concelho da Marinha Grande, vai implicar um investimento de cerca 1,9 milhões de euros, revelou o chefe de divisão de Protecção Costeira do Instituto da Água (INAG), de acordo com o Diário de Leiria.

José Manuel Proença, que ao final da tarde de ontem participou numa sessão pública de apresentação do projecto à população de São Pedro de Moel, afirmou que a obra – cujo concurso público ainda não foi lançado – deverá «começar em Dezembro ou no princípio do ano», tendo um prazo de execução de 10 meses.

«É financiada em 75% pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), sendo o restante a componente nacional», adiantou o responsável do INAG.

José Manuel Proença explicou que os problemas detectados em São Pedro de Moel que determinaram a intervenção do INAG prendem-se com a «instabilidade do maciço rochoso», que desencadeou «o deslizamento de alguns blocos».

O projecto do INAG, inclui medidas de estabilização das arribas, através do enchimento de cavidades em determinadas zonas, obras de protecção marítima na base do talude e a implantação de estruturas de contenção na marginal, adiantou o chefe de divisão do INAG.

A melhoria da drenagem das águas superficiais, a criação de um muro de contenção e a colocação de estacarias estão também contempladas nas obras, que se estendem por sete troços.

LE com Diário de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.