Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal é 19º país mais endividado do mundo

Portugal é o 19ª país mais endividado do mundo. O Governo estima que o país devia, em 2008, o equivalente a 65,9% do PIB, enquanto a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) aponta para os 70,2%, revela o Diário Económico.

A OCDE estima que a dívida pública nacional venha a atingir os 85,9% do PIB em 2010, no entanto, os especialistas consideram que «as contas nacionais ainda estão longe dos níveis das irlandesas, gregas ou mesmo das italianas».

Paula Carvalho, do Departamento de Estudos Económicos e Financeiros do BPI, disse àquele diário que «a dívida portuguesa ainda não se aproxima dos 100% do PIB, valor em que o endividamento de uma nação começa a ser realmente preocupante», tendo o país «alguns fundamentos económicos positivos».

«O problema das finanças portuguesas é de que o país está a ser arrastado pelo exterior, não existindo o risco de Portugal entrar em incumprimento. Uma prova disso é o facto do «spread» da dívida pública portuguesa ter vindo a cair, sendo que esta semana o país conseguiu mesmo emitir dívida ao preço mais baixo dos últimos quatro anos», salientou.

O título de país mais endividado do mundo em 2008 pertence ao Zimbabué, cuja dívida ascendeu, em 2008, aos 241% do PIB, seguido do Japão (170% do PIB). Entre os dez países mais endividados, destaque ainda para a Itália, na sexta posição, (103% do PIB), enquanto a Grécia aparece no oitavo lugar (90,1% do PIB).

LE com Diário Económico

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.