Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Ministro satisfeito com decisões do G20 para dinamizar exportações

O ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, afirmou hoje, em Praga, que está animado e satisfeito com as decisões do G20, principalmente o abandono das tentações proteccionistas e a dinamização do comércio internacional, que vai ajudar as exportações portuguesas, revela a Lusa.

«Para uma economia aberta como é a portuguesa, cujo crescimento depende da exportação, isto é importante. Portugal beneficiará da dinamização do comércio internacional e da recuperação da economia mundial», disse Teixeira dos Santos.

No domínio da regulação e da supervisão, Teixeira dos Santos sustenta que «Portugal tem um sistema de regulação mais interventivo na esfera financeira, assim como a Espanha, a França e a Itália, sem grandes problemas no sector financeiro em comparação com as preocupações que saem da reunião do G20».
Mesmo assim, «nós próprios vamos ter de fazer o trabalho de casa, ter de repensar o nosso sistema de regulação e supervisão no sentido de o ajustar àquilo que vão ser as mudanças na Europa e de o reforçar ainda mais», adiantou

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.