Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Municípios do Norte do distrito investem em parque empresarial para travar desertificação

Os municípios de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, no Norte do distrito de Leiria, vão criar um parque empresarial, com o objectivo de fixar empresas e travar a desertificação, revela a edição de hoje do Diário de Leiria.

O presidente da câmara de Pedrógão Grande, João Marques sublinhou que as autarquias estão dependentes de um parceiro privado, assim como de mais financiamento. «Sem isso, é impossível», declarou ao jornal o autarca social-democrata, apontando uma estimativa de custos de, pelo menos, cinco milhões de euros.

O parque empresarial intermunicipal vai nascer junto ao Itinerário Complementar 8, numa área que tem entre 40 a 50 hectares. As três câmaras têm garantida uma verba na ordem dos 300 mil euros, metade do orçamento do Quadro de Referência Estratégico Nacional, valor com que vão iniciar os estudos e projectos e aquisição de alguns terrenos, cuja maioria é propriedade privada, revelou Rui Silva.

LE com Diário de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.