Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Open acolhe Kazoo, primeiro serviço móvel de cariz social

A incubadora Open, na Marinha Grande, acolheu a Kazoo, empresa que presta, em Portugal, o primeiro serviço móvel de cariz social. A ideia materializa-se com o lançamento de um cartão de chamadas que permite ao utilizador reverter 5% de todos os seus carregamentos para uma instituição de solidariedade.

A empresa, fundada em Agosto 2008, surge da iniciativa de quatro empreendedores, e teve como principal mentor, o seu accionista maioritário e actual presidente, Ricardo Manuel Vieira Figueirinha, que reuniu uma estrutura de telecomunicações móveis com tarifário low cost, a diversas comunidades on-line de carácter social, que podem ser apoiadas através da normal utilização do telemóvel, sem alteração do número.

Sendo uma plataforma aberta, a Kazoo disponibiliza a qualquer associação, organização, fundação, ou causa de cariz social, uma ferramenta online de criação de novas comunidades, que podem desta forma garantir um valor mensal resultante dos serviços utilizados pelos membros que escolham a sua causa.

Segundo os fundadores, «a Kazoo é um sonho tornado realidade, e que pretende provar ao mundo que uma empresa pode ter sucesso assumindo a sua responsabilidade social de uma forma directa e transparente, repartindo 50% da sua facturação com todas as instituições de solidariedade social que constituem o seu universo», revelam no site.

Em www.kazoo.pt, é possível adquirir o cartão recarregável e seleccionar a entidade que pretende beneficiar.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.