Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

O Jogo do Futuro

«O Jogo do Futuro – Por uma competitividade sustentável» é o título da obra da autoria de José Dantas e Arnaldo Coelho, ambos docentes na Escola Superior de Tecnologia e Gestão, do Instituto Politécnico de Leiria, lançado pela editora Vida Económica. O livro aborda um conjunto de factores que os autores consideram fundamentais para incrementar a competitividade das organizações.

Da percepção de que «o suor dos portugueses está demasiado caro», partiu a ideia de reunir em livro «um conjunto de factores, que chamamos de imateriais, decisivos para assegurar a competitividade das organizações a médio/longo prazo, justamente contribuindo para criar maior valor», explica José Dantas.

O autor esclarece que não pretende dizer que os portugueses ganham muito, mas que o seu esforço gera pouco valor, tornando «fundamental conseguir que o produto do seu trabalho seja mais valorizado pelo mercado», justifica.

O Jogo do Futuro desenvolve-se ao longo de oito capítulos, desenvolvidos por especialistas de diferentes origens, que abordam algumas das áreas que consideram relevantes na perspectiva de criação de valor.

Tem como público prioritário, pessoas que actuam na área da gestão, «pelas mudanças que se impõem, particularmente entre muitas das nossas pequenas empresas» e os estudantes, «porque representam o nosso futuro», adianta.

Ao longo dos cerca de dois anos de desenvolvimento, o maior desafio foi «conseguir que uma equipa numerosa e com localização geográfica muito dispersa, conseguisse, na medida dos possíveis, manter-se dentro do seu tema e cumprir prazos», revela ainda José Dantas, que é também autor do livro Gestão da Inovação, publicado em 2001, que viria a ser adoptado por várias escolas.

Informação adicional

Título: O Jogo do Futuro – Por uma competitividade sustentável
Editora: Vida Económica
Nº Páginas: 419
Coordenadores: José Dantas e Arnaldo Coelho

Capítulos

1 – O papel da inovação, por José Dantas (ESTG) e António Moreira Carrizo (Universidade de Aveiro);
2 – O lugar do marketing, por Arnaldo Coelho (Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra);
3 – Formação e conhecimento, por Luís Ferrão (assessor da DGCI)
4 – Qualidade e competitividade, por António Ramos Pires (Instituto Politécnico de Setúbal);
5 – Sistemas de informação de gestão, por António Serrão (Universidade de Évora);
6 – Governo da empresa, competitividade, ética na gestão e relato financeiro, por António Martins (FEUC) e Carlos Guiné (ESTG);
7 – A importância da logística para a indústria portuguesa, por Amílcar Arantes (Instituto Superior Técnico), António Monteiro (Inteli) e Luís Ferreira (Universidade de Aveiro);
8 – Impacto do comportamento estratégico na competitividade: o papel da internacionalização, por Fernando Carvalho (FEUC).

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.