Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Associação Terras de Sicó cria consórcio para gerir projectos de cem milhões

A associação de desenvolvimento Terras de Sicó, com sede em Redinha (Pombal), assinou um contrato com entidades públicas e privadas para formalizar uma candidatura ao Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), que visa a concretização de projectos no valor de cem milhões de euros, a financiar no âmbito daquele programa, revela a agência Lusa.

O território Terras de Sicó situa-se na Região Centro, e engloba a totalidade da área dos Municípios de Alvaiázere, Ansião, Condeixa-a-Nova, Penela, Pombal e Soure em torno do maciço da Serra de Sicó, com uma área total de cerca de 1.500 quilómetros quadrados.

Trata-se do consórcio Villa Sicó, que reúne aqueles Municípios mais o de Tomar, o Museu de Conímbriga e cerca de trinta entidades privadas, que elaboraram um plano de acção, com projectos públicos e privados, na ordem dos cem milhões de euros, que será candidatado até segunda-feira ao Programa Operacional Mais Centro, do QREN.

Paulo Júlio, presidente da associação, explicou à Lusa que os projectos são de «diversa índole» e constam de um plano elaborado a partir das propostas aprovadas no âmbito do Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE), destinado a dinamizar a economia local e regional.

Segundo o autarca social-democrata, o tema comum dos projectos, que vão desde a hotelaria ao turismo de natureza, passando pela inovação e recuperação de património, têm por base a romanização no eixo Conímbriga (Condeixa)/Tomar, passando por Rabaçal (Penela) e Santiago da Guarda (Ansião).

Cada Município apresenta os seus projectos que têm a ver, obrigatoriamente, com a civilização romana nos respectivos territórios.Incluído no plano de acção está também um projecto de investigação arqueológica nos Concelhos de Soure, Pombal e Alvaiázere, que envolve a Universidade de Coimbra, a Entidade Regional de Turismo do Centro e o Instituto Politécnico de Tomar.

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.