Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Adjudicar superfície comercial a segundo classificado é hipótese

Adjudicar a construção do centro comercial a um dos outros concorrentes que não o vencedor do concurso, avançar com novo concurso, ou ficar tudo sem efeito (não se avançar, para já, com a requalificação prevista para a zona entre o Estádio e o Mercado Municipal de Leiria), são as três hipóteses a equacionar, depois do consórcio classificado em primeiro lugar ter desistido de avançar com o projecto, admitiu ontem, no final da reunião de câmara, a presidente do executivo.

Segundo o Diário de Leiria, ficou decidido ouvir os interessados no processo, nomeadamente os segundo e terceiro classificados no concurso, respectivamente os grupos Chamartín e Multicenco, aos quais é dado 30 dias para se pronunciarem sobre a desistência do projecto vencedor, proposta que foi aprovada pela maioria do executivo.

«Em causa está também uma caução de manutenção de proposta, no valor de cinco milhões de euros, pelo que o departamento jurídico da câmara aconselha que sejam ouvidos o segundo e terceiro classificados, argumentando que se trata de uma “questão de ética”», adianta o jornal.

A autarquia admite aceitar a desistência do consórcio vencedor, considerando que os argumentos apresentados «parecem ter sustentação», revelou ainda a autarca.

LE com Diário de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.