Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

QREN: Governo admite antecipar financiamento a projectos

O Governo admite pagar comparticipações a grandes projectos candidatos a fundos comunitários mesmo antes das candidaturas serem aprovadas pela União Europeia, anunciou hoje o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional.

Rui Baleiras explicou que o pagamento antecipado de comparticipações destina- se a grandes projectos (superiores a 50 milhões de euros) ou a projectos ambientais que ultrapassem os 25 milhões de euros e só será feito «em casos em que há uma confiança muito grande» quanto à sua aprovação.

O secretário de Estado participava numa sessão de balanço do primeiro ano de execução do programa que gere os fundos comunitários na região de Lisboa (POR Lisboa).

Grandes projectos de rega no Alqueva, investimentos rodoviários como a ligação Amarante-Bragança, obras relacionadas com o ciclo urbano da água (abastecimento, tratamento, águas residuais), indústrias e empreendimentos turísticos poderão ser alvo deste pagamento antecipado, mas a medida só pode ser aprovada após a revisão dos regulamentos europeus, adiantou o governante à agência Lusa.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.