Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Plano para o sector automóvel inclui 200 milhões para empresas exportadoras

O plano de apoio ao sector automóvel, apresentado hoje pelo Governo e orçado em 900 milhões, está organizado em quatro eixos e inclui uma linha de crédito de 200 milhões de euros para as empresas exportadoras.

«É um programa muito grande – 900 milhões de euros – mas que se justifica num sector que emprega cerca de 50 mil pessoas em Portugal e que é responsável por cerca de 15% das nossas exportações», afirmou Manuel Pinho no final da reunião, explicando que o plano está organizado em quatro componentes.

A primeira componente visa «apoiar a competitividade e o emprego no sector», enquanto a segunda «inclui um conjunto de instrumentos financeiros para a apoiar as empresas», entre os quais linhas de crédito, seguro de crédito à exportação e fundos para promover uma «reestruturação empresarial mais rápida no sector, através de fusões e aquisições».

Para apoiar as empresas exportadoras, foi criada uma linha de crédito específica de 200 milhões de euros, detalhou Manuel Pinho.

«O terceiro eixo são fundos do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), destinados a que as empresas invistam mais em tecnologia e se modernizem», avançou.

Ou seja, o Governo compromete-se a acelerar os pagamentos de incentivos relativos a projectos aprovados no âmbito do QREN. O quarto conjunto de medidas, destina-se a promover a procura de automóveis, à semelhança do que estão a fazer outros países europeus.

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.