Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Leiria vai ter sete novas farmácias em 2009

Sete farmácias deverão entrar em funcionamento no próximo ano no distrito de Leiria num total de 49 que vão abrir em todo o país, esclareceu hoje a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed), segundo informação veiculada pela Lusa.

Segundo o Infarmed, as novas farmácias ficarão situadas em distritos de norte a sul do país: Aveiro (três), Beja (dois), Braga (um), Bragança (dois), Castelo Branco (dois), Coimbra (um), Évora (três), Faro (três), Guarda (dois), Lisboa (três), Porto (sete), Santarém (três), Setúbal (três), Viana do Castelo (dois), Vila Real (três), Viseu (dois) e Leiria (sete).

A abertura destas farmácias dá-se ainda ao abrigo da legislação anterior à publicada em 2007, que veio liberalizar a propriedade da farmácia. Depois destas 49 farmácias, os estabelecimentos que abrirem já poderão ter proprietários não farmacêuticos, esclarece a Lusa.

A liberalização da propriedade da farmácia permitiu que, actualmente, 56 estabelecimentos sejam propriedade de não farmacêuticos, dois deles no distrito de Leiria.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.