Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Iber-Oleff de pombal dispensou 70 colaboradores

A Iber-Oleff, empresa de componentes para o sector automóvel de Pombal, dispensou 70 trabalhadores nos últimos dois meses, na sequência de uma «redução brutal» nas encomendas, revelou à agência Lusa o presidente do conselho de administração.

Joaquim Menezes afirmou que os funcionários que saíram «já faziam parte do plano da empresa, porque os seus contratos implicavam isso», recordando, contudo, que ainda recentemente a Iber-Oleff «transformou em emprego efectivo um conjunto muito alargado de mão-de-obra temporária».

O empresário explicou que a indústria automóvel «tem altos e baixos», mas que «esta baixa não era expectável», acrescentando que «a empresa, até aqui, nunca teve máquinas paradas».

O responsável disse aguardar com «uma expectativa positiva» a execução do plano de apoio ao sector automóvel, no valor de 900 milhões de euros, anunciado pelo Governo.

A Iber-Oleff tem actualmente 400 trabalhadores, exportando 85% da sua produção, que se destina, entre outras marcas, para a Volkswagen e Ford.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.