Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena relança jornal algarvio

O semanário O Algarve, o jornal mais antigo da região, vai ser relançado quinta-feira pelo grupo Lena Comunicações, depois de um investimento avultado e com um corpo redactorial que passou de dois para dez jornalistas, revela a agência Lusa.

«É um investimento avultado atendendo à conjuntura actual, mas formatamos os nossos projectos em função da viabilidade económica a médio prazo», adiantou hoje o novo director do jornal, Pedro Costa.

Antes da suspensão da publicação do semanário centenário, uma decisão tomada em Junho deste ano durante as negociações da compra pela Sojormedia, sub-holding Lena Comunicações, o jornal O Algarve tinha dois repórteres e 24 páginas, com uma tiragem de 2.500 exemplares. Na próxima quinta-feira, O Algarve vai apresentar-se com um corpo redactorial de 10 jornalistas, 48 páginas, uma tiragem de cerca de oito mil exemplares e um grafismo «funcional», «prático» e «apelativo», referiu Pedro Costa.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.