Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Câmara de Leiria aprova orçamento de 117 milhões de euros

A câmara de Leiria aprovou, por maioria, as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2009, no valor de cerca de 117 milhões de euros, revela a edição de hoje do Diário de Leiria. Isabel Damasceno, presidente da câmara, deixou vários alertas quanto aos atrasos no arranque do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), que poderão significar «uma grande concentração de obras nos próximos anos», levando mesmo a autarquia a falar na possibilidade de contrair um empréstimo face ao «grande esforço financeiro» que será realizado, cita o diário.

Dos 117 milhões de euros previstos no Orçamento, a câmara pretende gastar 74,4 milhões de euros em despesas correntes e 43 milhões em despesas de capital. Quanto às receitas, o documento aponta para 75,7 milhões de euros de receitas correntes e 40,5 milhões de receitas de capital.

Na área da Educação a autarquia espera investir perto de 13 milhões de euros, no Desporto mais de 12 milhões de euros, na Rede Viária e Sinalização cerca de 11 milhões de euros, e na Cultura 5,6 milhões de euros.

A oposição, que votou contra, classifica o orçamento de «irrealista». Segundo os vereadores, «não haverá dinheiro para todos os encargos», como «obras e muito menos para pagar aos fornecedores», adianta ainda o jornal.

LE com Diário de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.