Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

inCentea cria NITEC e desenvolve novas ferramentas para PME

A inCentea constituiu um Núcleo de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (NITEC), resultado do projecto inTegrar, que levou a efeito entre Fevereiro de 2006 e Junho deste ano, com o envolvimento directo de seis colaboradores e apoio do CENTIMFE, revela em comunicado.

No primeiro projecto desenvolvido pelo núcleo I&ID, a InCentea tinha como objectivo desenvolver «tecnologias para integrar sistemas de gestão e tecnologias comunicacionais», com vista ao desenvolvimento de «soluções integradas genéricas, reutilizáveis e de valor acrescentado», explica a empresa.

O investimento, superior a 300 mil euros, «permitiu aplicar o conceito de e-empresa às PME, para que estas possam virtualmente usufruir de um conjunto de dispositivos e funcionalidades informáticas apenas utilizadas pelas empresas de grande dimensão».

Segundo a InCentea, «a virtualização de ambientes servidores, a integração e gestão de documentos e o acesso remoto e alarmística automatizada, são algumas das áreas tecnológicas abordadas por este projecto, e cujos resultados se traduzirão num futuro próximo em ofertas comerciais».

O projecto – cujo relatório final foi apresentado em Outubro à Agência de Inovação – recebeu um incentivo ao investimento no âmbito do PRIME, através da medida Medida 3.3B – NITEC, Sistema de Incentivos à Criação de Núcleos de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico no Sector Empresarial.

Este projecto insere-se na visão estratégica e código de ética da empresa, «que se compromete a trabalhar em projectos inovadores e geradores de soluções tecnológicas globais», contextualiza.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.