Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Imovia investe 120 milhões num complexo imobiliário em Alcobaça

Célia Marques

O Grupo Imovia vai investir 120 milhões de euros num complexo imobiliário em Alcobaça. O projecto Nova Alcobaça, apresentado no âmbito do Salão Imobiliário de Lisboa, pretende criar uma cidade dentro da cidade histórica e envolve uma área de intervenção superior a 280 mil metros quadrados, segundo informação veiculada ao Leiria Económica.

O empreendimento apresenta uma oferta imobiliária composta por condomínios, moradias e edifícios, englobando ainda áreas comerciais e de serviços, onde se inclui um centro de escritórios com três pisos acima do solo – com uma área total de três mil metros quadrados – um hotel para séniores com 54 quartos e dez suites, e ainda um kid’s club.

Na componente habitacional, o projecto contempla moradias unifamiliares isoladas e em grupo e apartamentos com tipologias de T0 a T5, num total de cerca de mil fogos.

Projecto inclui infra-estruturas como pavilhão multiusos e campos de ténis

O projecto caracteriza-se ainda pela presença de espaços verdes e de lazer, prevendo infra-estruturas como pavilhão multiusos/gimnodesportivo com instalações para ginásio e healthclub, campos de ténis, ciclovias e academia de golfe com driving range e putting green.

Numa área de intervenção superior a 280 mil metros quadrados, o projecto envolve uma área total de construção de 169 mil metros quadrados, destinando perto de 48 mil metros quadrados a espaços verdes e de utilização colectiva.

Empreendimento concluído dentro de seis anos

A construção das infra-estruturas teve início em Abril deste ano, estando prevista a sua conclusão no último trimestre de 2009. O projecto, na sua globalidade, deverá estar concluído dentro de seis anos.

A construção das infra-estruturas foi adjudicada à Leirislena e CME, estando a construção e promoção dos lotes a cargo, «em princípio» de empresas do Grupo Imovia, nomeadamente a Socobre.

Quanto ao projecto de arquitectura, envolveu diversos gabinetes de arquitectura, como o de Miguel Arruda, Paula Fragoso, Tetractys, Victor Alberto e Planarq.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.