Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Experiências de mobilidade para deficientes neuromotores

Célia Marques
(Artigo publicado na revista Jovens Empresários, editada pelo Jornal de Leiria e distribuída com a edição de 22 de Maio de 2008 daquele semanário)

Parece um brinquedo, mas representa um grande ganho de autonomia para crianças com deficiências neuromotoras que têm a mobilidade condicionada. O primeiro protótipo vai ser montado no CENTIMFE. O objectivo é fazê-lo chegar ao mercado, a preços acessíveis.

Assume a designação de Palmiber, a mesma do projecto que lhe deu origem, e que nasceu com o objectivo conceber veículos potenciadores de mobilidade a crianças com disfunções neuromotoras graves, entre os três e os dez anos de idade.

Em causa está a continuidade do projecto PALMA (Plataforma de Apoio Lúdico à Mobilidade Aumentativa), inserido no CYTED (Programa Iberoamericano para a Cooperação e Desenvolvimento).

Ao Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, FerramentasEspeciais e Plásticos (CENTIMFE), coube a idealização de «um design apelativo, com design lúdico, para proporcionar uma melhor integração destas crianças na comunidade, e que facilite a sua eventual comercialização», explicou Rui Soares, da área de Desenvolvimento Tecnológico do CENTIMFE. A cargo do centro tecnológico está a concepção, desenvolvimento, engenharia e produção do Palmiber, em integração com as partes electrónicas e de sensorização e controlo que estão a ser desenvolvidas pelos centros de investigação ibero-americanos.

À experiência de engenharia de produto e de processos de fabrico de moldes especializados do CENTIMFE, acrescem os conhecimentos específicos na área das tecnologias de apoio à reabilitação da Anditec, entidade coordenadora deste projecto.

As imagens falam por si. As crianças ganham um “brinquedo” que lhes proporciona experiências de mobilidade em completa autonomia. Ao aspecto lúdico do veículo, acresce a possibilidade de programação de percursos ou – dependendo do grau de deficiência – da própria criança produzir movimentos através de botões sensíveis ao toque, ou por cotacto com a cabeça num botão do braço articulado. Os sensores eliminam o risco de choque com objectos e a utilização de bancos normalizados e removíveis permite a sua substituição de acordo com a idade da criança. O Palmiber move-se sob acção de motores eléctricos a bateria, que é carregada através de um cabo, como os telemóveis, possuindo uma autonomia de um dia.

O Palmiber vai chegar a centros de paralisia cerebral, mas o objectivo último é fazê-lo chegar ao mercado a preços acessíveis.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.