Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Leiria: crédito e depósitos crescem a maior ritmo em 2007

Célia Marques

O crédito concedido no distrito de Leiria subiu 12,3% em 2007, para os 8,4 mil milhões de euros, o que compara com o acréscimo de 10% registado no ano anterior. Quanto aos depósitos, acusam uma subida de 4,8%, para os 4,919 milhões de euros, a acentuar o acréscimo de 3% registado em 2006. Tanto o crédito como os depósitos cresceram a um menor ritmo face aos totais nacionais. Em Portugal, o crédito concedido cresceu 13,2% (16,4% em 2006) e os depósitos 9,4% (16,9% em 2006).

Fonte: valores em milhões de euros; fonte: Associação Portuguesa de Bancos

Os números fazem parte do relatório da Associação Portuguesa de Bancos e revelam que, no distrito de Leiria abriram 26 novos balcões em 2007, o que compara com os 18 inaugurados no ano anterior. O distrito de Leiria manteve o seu peso relativamente ao total nacional, em rubricas como depósitos (3%), crédito concedido ( 4%), negócio financeiro (3%) e número de balcões (5%).

Comparativamente a outros distritos, Leiria manteve a quarta posição em negócio financeiro per capita, a sétima a nível de depósitos, tendo passado para sétimo também a nível de crédito concedido, ultrapassado por Faro, que ocupa agora a sexta posição que no ano anterior pertencia a Leiria.

Fonte: Associação Portuguesa de Bancos

Nos últimos sete anos, o crédito concedido no distrito de Leiria cresceu 113% (81% em Portugal) e os depósitos 22% (55% em Portugal), com o distrito a evidenciar um maior afastamento entre o volume de crédito concedido e o de depósitos relativamente à média nacional. Recorde-se que foi em 1999 que, em Portugal, o volume de crédito concedido superou o volume de depósitos, um movimento o distrito viria a acompanhar dois anos mais tarde.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.