Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Duas empresas de Leria participam em feira de calçado em Itália

Duas empresas de calçado do distrito de Leiria integram a delegação portuguesa que marca presença na feira de calçado MICAM, em Milão, até sábado. Em causa estão a Distilo e Jomarpi, ambas da Benedita, segundo informação veiculada pela Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes e Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), ao Leiria Económica.

A participação portuguesa ascende a 80 expositores e representa a segunda maior delegação estrangeira no certame, logo a seguir a Espanha. A maior feira de calçado do mundo contará com 1.600 empresas, devendo receber mais de 40 mil visitantes profissionais.

Segundo a APICCAPS, esta edição da MICAM irá novamente acolher os «Prémios Inovação na Fileira do Calçado» (GAPI), uma iniciativa do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e do Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP). A novidade desta 7ª edição dos prémios GAPI será a distinção das empresas que privilegiam o desenvolvimento e produção de calçado de alto valor acrescentado e que utilizam matérias-primas altamente inovadoras.

Portugal é o único país na Europa com saldo comercial positivo

Portugal é o único país europeu com um saldo comercial positivo no sector do calçado, ao exportar mais de 90% da produção, quase na totalidade para mercados europeus, segundo a associação do sector.

Em 2007, as vendas de calçado português para o exterior somaram 70 milhões de pares, no valor de 1230 milhões de euros (mais 5,5% face ao ano anterior), sendo o calçado vendido a um preço médio de 17,66 euros, um dos mais elevados do mundo, logo a seguir a Itália, traduzindo a aposta dos industriais em segmentos de elevado valor acrescentado, explica a associação.

As importações, por seu lado, ascenderam a 52 milhões de pares, no valor de 318 milhões de euros, com um preço médio unitário de 7,03 euros. O calçado português apresentou um saldo comercial positivo de 17 milhões de pares e 862 milhões de euros. De acordo com a APICCAPS as exportações de calçado continuam a crescer este ano, «ainda que a um ritmo moderado».

Ásia tem quota de mercado de 80%

Relativamente aos dois principais produtores de calçado da Europa – Itália e Espanha – a APICCAPS diz terem vindo a demonstrar um comportamento «surpreendente», já que, actualmente, «importam mais do que exportam».

Globalmente, e segundo dados da associação, a indústria portuguesa de calçado assegura 12% da produção europeia de calçado e 6,1% das exportações, possuindo 11% do total de empresas europeias do sector e 12% do emprego.

Segundo a APICCAPS, nas últimas décadas a quota da Ásia na produção mundial de calçado aumentou para mais de 80% e o peso deste continente no consumo subiu também significativamente, para 43%. Ainda assim, os níveis de consumo per capita registados permitem antecipar um grande dinamismo futuro na procura, apesar da reduzida abertura da região ao comércio internacional.

LE com Lusa e APICCAPS

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.