Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Paraguai é «óptimo» destino de investimento, diz embaixador

O Paraguai «é um país óptimo» para o investimento, afirmou à Agência Lusa o embaixador português em Buenos Aires, Joaquim Ferreira Marques, que assistiu à tomada de posse do novo governo de Assunção, na sexta-feira.

«É o momento ideal para os pequenos e médios empresários portugueses avançarem com negócios», declarou Ferreira Marques, diplomata que, ao lado do cônsul honorário em Assunção, Raúl Baginski, foi o representante oficial de Lisboa na posse de Fernando Lugo.

Sobre o novo presidente paraguaio, o diplomata português disse à Agência Lusa que «Fernando Lugo representa a esperança dos excluídos, a voz dos pobres e o rosto de um Paraguai sem corrupção».
«Sabemos que o novo governo vai encontrar muitas dificuldades e obstáculos para conseguir resolver todos os problemas que existem no Paraguai, mas estou convicto de que este país, a partir de agora, vai conseguir atrair muitos investidores internacionais», afirmou o embaixador Ferreira Marques.

Ferreira Marques afirma que as relações entre Portugal e o Paraguai «estão mais sólidas do que nunca».

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.