Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

CML contesta portagens aos utilizadores locais no IC36

A Câmara de Leiria pretende enviar um documento ao Ministério das Obras Públicas onde manifesta a sua oposição à cobrança de portagens no IC36, que irá ligar a A1 à A8 em Leiria, aos utilizadores locais. A autarquia reage assim ao anúncio, feito ontem pelo ministro Mário Lino, dos dois consórcios seleccionados para a fase de negociações das obras integradas na Subconcessão Litoral Oeste, da qual fazem parte o IC2 e a variante do IC2 à Batalha.

O vereador Fernando Carvalho, que detém o pelouro das Obras Públicas da Câmara de Leiria, afirmou que esta medida «não irá beneficiar a cidade», já que o troço «será utilizado pela população local e permitirá retirar trânsito do centro de Leiria», refere o Diário de Leiria. O autarca não se opõe no entanto ao pagamento de portagens «para quem utiliza a via para fazer a travessia entre as auto-estradas, mas para os utilizadores locais, a portagem não irá permitir melhorar a circulação na cidade», manifestando-se igualmente contra o pagamento de portagens na variante à Batalha do IC2.

O autarca pretende levar esta diferenciação à próxima reunião de câmara, agendada para 2 de Setembro, «para que a autarquia leiriense tome uma posição de reforço», esperando que a tutela «possa, ainda em sede de negociação introduzir estas alterações».

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.