Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Caracas: Grupo Lena assinará contrato para casas pré-fabricadas

A visita, hoje, do Presidente venezuelano a Portugal resultará numa fábrica de módulos para casas pré-fabricadas na Venezuela e no aumento do número de habitações sociais a construir em Caracas pelo Grupo Lena, disseram à Lusa fontes diplomáticas.

«Há um aumento [dos projectos] relativamente ao previsto na Carta de Intenções assinada em Maio, quando o primeiro-ministro de Portugal (José Sócrates) esteve de visita em Caracas, com novas coisas que deverão ser formalizadas nos próximos dias», afirmaram durante a visita do presidente venezuelano a Portugal, que tem início hoje.

As mesmas fontes indicaram que a novidade consiste na «promoção da instalação de uma fábrica de elementos pré-fabricados, no âmbito de um programa conjunto (Venezuela – Portugal) de transferência tecnológica» e que «no último esboço do acordo se prevê o aumento exponencial do número de casas a ser construídas».

Em Maio, quando a Carta de Intenções foi assinada, estava prevista a construção de 1.000 a 5.000 casas pré-fabricadas, um valor que foi revisto em alta, para as 15 mil.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.