Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Secla convida trabalhadores a rescindir contrato

A Secla, maior fábrica de cerâmica decorativa das Caldas da Rainha, deverá fechar portas no final do mês, deixando 260 pessoas no desemprego noticia a edição de hoje do Público.

Segundo o diário, a administração da empresa reuniu com os trabalhadores e convidou-os a rescindir o contrato, garantindo apenas meio salário por cada ano de serviço, metade do valor das indemnizações a que teriam direito. «Disseram-nos que é esse o dinheiro que conseguiram arranjar», afirmou José Fernando, dirigente sindical da Secla.

O administrador Galvão Lucas nega, no entanto, que tenha anunciado o encerramento da sociedade: «Uma coisa é dizer que têm a opção de rescindir o seu contrato e outra é dizer que decidimos fechar».
«Só temos encomendas para entregar até ao fim do mês e rigorosamente mais nada para depois», afirmou, adiantando que os seus clientes têm os stocks garantidos até Março do próximo ano.

LE com Público

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.