Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Portugal vai ter mais doze linhas de comboio

Doze novas linhas de comboio, da rede convencional, para passageiros e mercadorias, vão ser construídas até 2015, num investimento global de 1,755 mil milhões de euros, cerca de 1,1% do PIB português. O investimento é suportado na íntegra pelo Estado, noticia a edição de hoje do Diário Económico.

«A maior fatia é para as ligações aos portos ou unidades fabris. É o caso da linha para o Porto de Aveiro e Cacia, que custará 73 milhões de euros, para a Siderurgia Nacional, avaliada em 16 milhões de euros e para o porto de Sines e a Elvas, um projecto de 625 milhões de euros. Um esforço global de 714 milhões em apenas três ligações ferroviárias», revela o diário.

O governo pretende ligar, através da ferrovia, todos os portos, plataformas logísticas e aeroportos do país, estabelecendo a intermodalidade e permitindo aumentar, em 70%, o volume de mercadorias transportadas por comboio, explica o jornal, citando a secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino.

LE com Diário Económico

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.