Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Câmara de Leiria pede 9,5 milhões de euros para pagar a fornecedores

A Câmara de Leiria vai pedir um empréstimo até 9,536 milhões de euros destinado a regularizar dívidas com fornecedores e diminuir o tempo médio de pagamentos, revelou ontem a presidente da autarquia. Em declarações à Agência Lusa, Isabel Damasceno explicou que este empréstimo a médio-prazo está inserido no programa «Pagar a tempo e horas» e visa «regularizar problemas antigos de pagamentos» a fornecedores.

«De acordo com as contas de 2007, estávamos a pagar a cerca de oito meses», mas este empréstimo vai permitir reduzir esse prazo para «cerca de metade», acredita a autarca social-democrata, que é também vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses.

«Isto vai ajudar-nos a resolver um problema grande do passado e contribui para eliminar questões de tesouraria correntes para que possamos manter depois uma regularidade de pagamento», explicou Isabel Damasceno.

A proposta já foi aprovada pelo Executivo e será agora apresentada à Assembleia Municipal, na próxima sexta-feira.

A fatia maior das dívidas do município está ainda relacionada com o pagamento da construção do estádio municipal Magalhães Pessoa, um dos palcos do Europeu de 2004.

Com um total de 90 milhões de euros de dívidas, a autarca considera que o município de Leiria tem o seu passivo controlado. «Mesmo com o estádio, a situação está estabilizada» e «temos capacidade de endividamento», acrescentou.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.