Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Cotec vai distinguir portugueses da diáspora

A COTEC Portugal – Associação Empresarial para a Inovação vai distinguir portugueses residentes no estrangeiro que, pela sua capacidade empreendedora e inovadora, promovam a imagem de Portugal nos países de acolhimento, revela a agência Lusa. Em causa está o lançamento, com o alto patrocínio da Presidência da República, do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa.

«A ideia é realçar qualidades e feitos dos mais de cinco milhões de portugueses que vivem fora. Algo que tem sido pouco feito», disse à Agência Lusa Filipe de Botton, presidente do júri, em representação da COTEC.

A COTEC quer que concorram «todos os portugueses que se diferenciam nos países de acolhimento e que ajudam a divulgar pela forma inovadora a imagem de Portugal nesses países», independentemente da idade e da profissão. «Podem ser médicos, carpinteiros, advogados, construtores civis e empresários. Não há nenhuma restrição», afirmou Filipe de Botton.

O prémio e o regulamento serão divulgados, «em colaboração estreita com o Ministério dos Negócios Estrangeiro» através das embaixadas e postos consulares, e também através dos meios comunicação mais próximos dos emigrantes.

Simbolizado numa peça de arte, o Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa vai ser atribuído no 10 de Junho, Dia das Comunidades Portuguesas, e entregue em mãos ao vencedor pelo Presidente da República.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.