Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Quem mais exporta no distrito de Leiria

Célia Marques

(Artigo publicado na Revista Leiria Global, editada pelo Jornal de Leiria e distribuída com a edição de 12/07/2007 do semanário)

O Jornal de Leiria apresenta, pela primeira vez, o ranking das 50 Maiores Exportadoras do Distrito de Leiria. As 35 empresas do Pinhal Litoral que a lista integra são responsáveis por quase metade das exportações daquele conjunto de concelhos. Os sectores da cerâmica, vidro, plástico e moldes lideram.

As 50 empresas mais exportadoras do distrito de Leiria foram responsáveis, em 2005, por um volume de vendas no exterior superior a 372,5 milhões de euros, o que representa 53,2% do volume de vendas que registaram naquele ano. Em média, as empresas afirmam exportar 59% do volume de vendas.

A listagem é liderada pela Roca, empresa de capital espanhol sedeada em Leiria, que se dedica ao fabrico de cerâmica estrutural, e que apresentou, em 2005, exportações no montante 35,9 milhões de euros. Em segundo lugar surge a Schaeffler Portugal, empresa de rolamentos das Caldas da Rainha, com exportações de 28,9 milhões de euros, a quase totalidade do seu volume de vendas. O terceiro lugar é ocupado pela Galo Vidro, da Marinha Grande, também uma empresa de capital espanhol, que exportou, em 2005, 50% do volume de vendas: 27,8 milhões de euros.

O ranking das 50 Maiores Exportadoras do Distrito de Leiria integra 35 empresas pertencentes ao Pinhal Litoral – composto pelo concelhos de Pombal, Leiria, Marinha Grande, Batalha e Porto de Mós – que exportaram, em 2005, cerca de 259 milhões de euros, ou seja, 46,73% do total exportado por aquele grupo de concelhos, segundo dados do INE.

A listagem alberga sete empresas de capital estrangeiro – quatro alemãs e três espanholas – sendo os dez primeiros lugares ocupados por nove empresas que, em 2004, integravam a lista do ICEP das 500 empresas mais exportadoras de Portugal.

Pedra, Cerâmica e Vidro lideram

Agrupando as empresas por secções constata-se que a liderança pertence à de Pedra, Cerâmica e Vidro, onde apenas cinco empresas são responsáveis por 23,3% do total de exportações do grupo das 50. Segue-se a secção de Plástico e Borracha, em que actuam 14 das 50 empresas do ranking, que, no período em análise, exportaram 72,5 milhões de euros – 19,3% do total. O terceiro e quarto lugares são ocupados pela secção de Metais e Moldes, com quatro e sete empresas, e 15,3 e 14,7% do total de exportações, respectivamente.

Integram ainda a listagem empresas de sectores mais tradicionais como o têxtil e calçado, apresentando, como a Derone e Hugal (17º e 21º lugar), que apresentam uma forte actividade exportadora, 93 e 95% do volume de vendas, respectivamente.

Quanto à empregabilidade, as 50 Maiores Exportadoras dão trabalho a 7171 pessoas, o que representa 30% da mão-de-obra afecta às 250 Maiores Empresas do Distrito de Leiria por volume de vendas, grupo a que também pertencem.

Duas empresas envolvem 60% das exportações da Batalha

Na análise por concelhos, destacam-se as 15 empresas sedeadas na Marinha Grande, de onde parte 35,7% do volume de exportações da listagem, seguindo-se 13 empresas de Leiria (24,6%), quatro das Caldas da Rainha (17%) e seis de Alcobaça (8,2%).

Comparando com os valores das exportações por concelho, cedidos pelo INE, evidencia-se a performance das duas empresas da Batalha presentes no ranking (Simplastic e Derone), que serão responsáveis por 60% das exportações daquele concelho. Destacam-se ainda as 15 empresas da Marinha Grande e 13 de Leiria, com 63% e 45% das exportações dos concelhos, respectivamente.

Nota metodológica

A listagem das 50 Maiores Exportadoras do Distrito de Leiria foi construída a partir do ranking das 250 Maiores Empresas do Distrito de Leiria (por volume de negócios, em 2005) que apresentaram actividade exportadora, e forneceram à Dun & Bradstreet elementos como a percentagem de vendas que advém de exportações e os mercados de destino.

A Dun & Bradstreet contactou ainda, a pedido do Jornal de Leiria, as empresas do distrito que, embora não constassem daquele ranking, integravam a lista das 500 Maiores Exportadoras de Portugal em 2004. Acederam a prestar informação a Tecmolde e Simplastic que, pelo exposto, não apresentam um número associado ao ranking de vendas.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.