Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

PIB chinês cresceu 11,4% em 2007

O produto interno bruto (PIB) da China cresceu 11,4% em 2007, o que representa o quinto ano consecutivo de crescimento a dois dígitos, anunciou hoje o governo chinês, admitindo o risco de sobreaquecimento da economia. As exportações e o aumento do investimento em infra-estruturas foram os dois grandes motores do crescimento, revela a agência Lusa.

«O risco da economia passar de um crescimento acelerado para o sobreaquecimento ainda existe», afirmou Xie Fuzhan, director do Departamento Nacional de Estatísticas chinês em declarações aos jornalistas em Pequim.

O departamento de estatísticas anunciou ainda que a inflação aumentou 4,8% em 2007, a maior subida dos últimos 11 anos. Só em Dezembro, a inflação atingiu os 6,5%.

Em termos absolutos, a economia chinesa valia no final de 2007 um total de 27,4 biliões de renminbi (2,55 biliões de euros, à taxa de câmbio de 31 de Dezembro de 2007).

Apesar dos esforços do governo chinês para travar o crescimento económico impondo limites aos investimentos em activos fixos – em especial em projectos imobiliários, empresas poluentes ou com uma grande dependência energética – o investimento neste tipo de activos aumentou 24,8% em 2007.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.