Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Leirisport estima prejuízo de 2,024 milhões de euros para 2008

Célia Marques
cmarques@leiriaeconomica.com

O orçamento da Leirisport para 2008 estima que a empresa termine o ano com um prejuízo de 2,024 milhões de euros, o que compara com os 2,855 milhões de euros de 2006. Recorde-se que a Leirisport registou, no primeiro semestre de 2007, um prejuízo de 864 mil euros e que o orçamento para o mesmo ano previa terminar o exercício com perdas na ordem dos 1,903 milhões de euros. As contas relativas a 2007 só serão conhecidas em Março.

O documento estima para o corrente ano proveitos de exploração na ordem dos 4,290 milhões de euros (4,404 milhões de euros em 2006 e 2,690 milhões de euros no primeiro semestre de 2007), dos quais 2,019 milhões respeitam a vendas e prestações de serviços (403 mil euros em 2006 e 586 mil euros no primeiro semestre de 2007) e 1,611 milhões a indemnizações compensatórias da Câmara de Leiria (1,768 milhões de euros em 2006 e 1,682 milhões de euros no final do primeiro semestre de 2007).

Do lado dos custos, os relativos ao pessoal deverão atingir os 1,480 milhões de euros (1,3 milhões de euros em 2006 e 601 mil euros no primeiro semestre de 2007), enquanto a rubrica de fornecimentos e serviços externos deverá ascender a 2,570 milhões de euros (2,233 milhões de euros em 2006 e 1,313 milhões de euros no primeiro semestre de 2007).

Plano de investimentos no estádio totaliza 84,56 mil euros

Para o estádio, a previsão de proveitos para este ano é de 1,430 milhões de euros (1,141 milhões de euros em 2006 e 321 mil euros no primeiro semestre de 2007).

O plano de investimentos a concretizar no estádio totaliza 84,56 mil euros, e pressupõe a remodelação das arrecadações (10 mil euros), um projecto de energia solar térmico (20 mil euros), substituição do sistema de arrefecimento da sede e sala de UPS (10 mil euros) e a aquisição de um vídeo projector e tela (1000 euros). Está ainda prevista a substituição de vídeo gravadores digitais (6300 euros), aquisição de cadeiras para eventos (10 mil euros) e a construção de um viveiro (10 mil euros).

O plano de investimentos contempla ainda a aquisição de cadeiras ergonómicas para a unidade de gestão (2 mil euros) e renovação do parque informático, através da compra de 5 computadores (3 mil euros).

Recorde-se que para além do estádio a Leirisport gere outras infra- estruturas municipais, como três piscinas, seis pavilhões, um centro de lançamento (atletismo) e um parque de campismo.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.