Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Grupo Lena lidera investimento português em curso na Baía

O Grupo Lena é responsável pelo maior dos oito investimentos em projectos hoteleiros que empresas portuguesas vão levar a cabo na Baía, Brasil, até 2010. Em causa está o Bahia dos Coqueiros, um resort com 162 apartamentos e 127 casas, que envolve um investimento de 153 milhões de euros. A construção será iniciada em 2008 e a conclusão está prevista para o segundo semestre de 2009, revela a agência Lusa.

Na Costa do Descobrimento, em Belmonte, dois outros empreendimentos estão previstos para serem inaugurados em 2010. Um deles, o Portal do Descobrimento, do Grupo Arapuã, é um hotel de padrão seis estrelas, orçado em 49 milhões de euros em Itacaré, e outro do grupu Warapuru, num investimento de 15,5 milhões de euros.

Em Salvador quatro empreendimentos têm o início da suas obras previsto para o próximo ano e a conclusão em 2009, somando no total de 22,8 milhões de euros. Um dos projectos é resultado da associação entre o Imocon e a rede americana Hilton.

Oito projectos portugueses até 2010

O investimento total em projetos hoteleiros na Baía, o principal destino turístico do Nordeste brasileiro e o terceiro do Brasil, é de 500 milhões de dólares (348 milhões de euros). Em causa estão oito projectos a concluir até 2010.

O superintendente de Investimentos em Pólos Turísticos da Baía, Eduardo Farina, acredita que a perspectiva é de crescimento dos investimentos, em função do potencial turístico da Baía e da estratégia de expansão dos grupos hoteleiros portugueses.

«Temos um potencial muito grande a ser explorado, em regiões que em pouco tempo se transformarão em importantes centros turísticos», afirmou em declarações à Lusa

Actualmente os investimentos portugueses concentram-se na capital, Salvador, no Litoral Norte e Sul, na chamada Costa do Descobrimento, a região onde os primeiros portugueses aportaram no Brasil. Os grupos Alexandre de Almeida, Warapuru, Imocon, Reta Atlântico e Lena estão entre os operadores estrangeiras que decidiram entrar na disputa por esse mercado, concorrendo com franceses, espanhóis, italianos, holandeses e ingleses.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.