Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Exportações de Material de Transporte lideram em Pombal (Parte III)

Célia Marques

(Artigo publicado na Revista Leiria Global, editada pelo Jornal de Leiria e distribuída com a edição de 12/07/2007 do semanário)

O Material de Transporte lidera as exportações de Pombal, com um fatia de cerca de 40 por cento, seguindo-se os Produtos Químicos e o Plástico. Destaca-se a subida de 26 por cento nos Produtos Químicos, e a queda de 21 por cento nos Têxteis, que representam cerca de 12 por cento das exportações do concelho.

Espanha assume uma posição destacada enquanto mercado de destino, absorvendo 38 por cento das exportações do concelho, seguindo-se Alemanha, França e Reino Unido, com este último a registar uma subida de 168 por cento. Embora absorva apenas cerca de 7% das exportações de Pombal, o mercado angolano registou um acréscimo de 67 por cento face ao ano anterior.

No concelho de Porto de Mós, as exportações da secção de Pedra, Cerâmica e Vidro ocupam lugar cimeiro – resultado, sobretudo, das actividades de extracção e transformação de pedra que ali predominam – representando cerca de 30 por cento do total, seguindo-se o Plástico e Borracha e a secção de Metais, em idênticas proporções.

As exportações das secções de Pedra e Metais cresceram 14 e 17 por cento, respectivamente, enquanto os têxteis deslizaram 21 por cento. Espanha absorve mais de 30 por cento das exportações do concelho, seguindo-se o Reino Unido e Estados Unidos. Destaca-se a subida de 29 por cento nas exportações com destino a Espanha, e de 33 por cento nas que rumam ao Reino Unido, enquanto os Estados Unidos registam um recuo de 15 por cento. O mercado marroquino, que absorve 8 por cento das exportações, regista uma queda de 19 por cento.


A tipologia do modelo regional

Por Márcio Lopes *

– Tecido empresarial internacionalizado, com tendência continuada para os ganhos de competitividade externa.

– Quase dois terços das exportações são intracomunitárias, logo não estão expostas ao factor cambial. Do ponto de vista da dispersão geográfica, e no âmbito da teoria gradualista dos modelos de internacionalização, há uma nítida indicação de que o tecido empresarial exportador funciona na base da distância psicológica, operando em países de proximidade física e cultural.

– Ao contrário do modelo em vigor antes da entrada do Euro, os ganhos de competitividade não são suportados pela via cambial, na medida em que o comércio é, essencialmente, intracomunitário.

– Os concelhos potenciam os seus desempenhos exportadores de acordo com as vantagens competitivas locais e com as aglomerações industriais existentes.

– Devido ao fenómeno da distância psicológica, os destinos de exportação são pouco diversificados, logo aumenta o risco do negócio em função dos ciclos económicos.

– A diversificação dos mercados, aproveitando outros ciclos económicos como o norte de África e Angola, apresenta-se como uma oportunidade para as empresas locais.

*professor na ESTG

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.