Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Bom Sucesso adere ao programa «Óbidos Carbono Social»

O empreendimento Bom Sucesso assinou, no passado dia 7 de Novembro, o Protocolo “Óbidos Carbono Social” com a Câmara Municipal de Óbidos. Este programa apresenta um conjunto de iniciativas que visam a redução da emissão de gases nocivos para a atmosfera e a realização de projectos que garantam uma maior retenção de carbono de forma a melhorar o ambiente. Um conjunto de 16 medidas ambientais e a criação de dois parques verdes foram anunciados com o objectivo de produzir menos 40% de emissões de dióxido de carbono, revela o promotor em comunicado.

A preparação de edifícios para a instalação de lâmpadas de baixo consumo, instalação de sistemas de poupança de água, aplicação de materiais certificados ambientalmente, desenvolvimento de projectos que visam o aproveitamento futuro de resíduos para produção energética e a realização de arranjos exteriores com espécies florestais, são alguns dos compromissos que o Bom Sucesso assume ao aderir ao programa “Óbidos Carbono Social”, adianta o documento.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.