Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Procura mundial de energia deverá ser 50% mais elevada em 2030

A Agência Internacional de Energia (AIE) prevê que a procura global de energia irá crescer mais de 50% até 2030, com a China e a Índia em conjunto a representarem perto de 45% deste aumento, revela a edição online do Diário Económico.

A tendência de crescimento das necessidades energéticas levarão ao aumento das emissões globais de dióxido de carbono (CO2), que deverão crescer 57% até 2030, para 42 giga toneladas.

A AIE sublinha que já em 2007, a China irá superar os Estados Unidos como o maior emissor de dióxido de carbono (CO2) do mundo, enquanto que a Índia se tornará o terceiro maior por volta de 2015.

O mesmo relatório acrescenta ainda que as importações líquidas de petróleo na China e na Índia em conjunto irão aumentar de 5,4 milhões de barris diários (mb/d) em 2006 para os 19,1 mb/d em 2030, mais do que o somatório das importações dos EUA e do Japão.

LE com Diário Económico

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.