Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

China: quase 30 milhões viajaram para o estrangeiro em 2007

Cerca de 30 milhões de chineses viajaram para fora do país nos primeiros nove meses deste ano, um aumento de 17% em comparação com o mesmo período do ano passado, informa hoje a imprensa oficial chinesa, citada pela Lusa.

A China mantém-se assim como o maior mercado emissor asiático de turistas, refere a agência noticiosa oficial chinesa Nova China, que cita dados apresentados por Zhu Shangzhong, alto responsável da Administração Nacional do Turismo do país.

Segundo Zhu, 25,5 milhões de chineses (85% do total) viajaram para o estrangeiro por motivos pessoais entre Janeiro e Setembro de 2007, enquanto os restantes 15% (4,4 milhões), saíram da China em negócios.

Até agora, a China atribuiu a 132 países e regiões do mundo o estatuto de destino turístico aprovado, que permite aos cidadãos chineses viajar em grupo sem necessidade de autorização governamental de saída do país.

Em 2006, 34,52 milhões de chineses saíram da China em turismo, mais 11,27% do que em 2005.
O Organização Mundial Turismo prevê que em 2020 a China seja o maior mercado emissor mundial de turistas, com cerca de 100 milhões de pessoas por ano a viajar para o estrangeiro.

Por outro lado, a China recebeu mais de 22,2 milhões de turistas de outros países em 2006, mais 9,65% que em 2005, de acordo com números oficiais.

Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.