Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Índia quer ser o segundo maior produtor de aço do mundo em 2015

O ministro indiano do Aço, Ram Vilas Paswan, disse hoje que a Índia vai transformar-se no segundo maior mercado de aço do mundo em 2015 e que a sua produção chegará às 200 milhões de toneladas em 2020, revela a edição online do Diário Económico, citando a agência de notícias indiana ‘Ians’. «A produção e o consumo de aço não fundido cresceu de forma consistente nos últimos cinco anos, a um ritmo anual de 10%», explicou o ministro.

Paswan mostrou-se optimista com a chegada ao mercado indiano da siderúrgica Arcelor Mittal, a maior do mundo, e do grupo sul-coreano Posco e fez ainda um apelo aos produtores de aço para manter estável o preço do metal, evitando as oscilações no mercado.

Para conseguir passar de quinto para o segundo lugar no ranking da produção de aço, a Índia vai precisar de «uma infra-estrutura adequada», para além de uma «inovação tecnológica» e avanços em pesquisa e desenvolvimento, afirmou o ministro.

LE com Diário Económico

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.