Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Gás: UE pede rápida solução do diferendo Gazprom/Bielorrússia

A Comissão Europeia pediu hoje à Gazprom e à Bielorrússia que resolvam «sem demora» o diferendo sobre fornecimento de gás natural e admitiu promover um encontro de peritos europeus em energia, na próxima semana, revela a agência Lusa.

O gigante do gás russo Gazprom advertiu hoje Minsk de que vai reduzir em 45% as exportações de gás para a Bielorrússia a partir do dia 03 de Agosto por falhas no pagamento de anteriores fornecimentos.

Recorde-se que cerca de 20% das importações de gás russo para a União Europeia transita pela Bielorrússia, essencialmente nas direcções da Polónia, Alemanha e Lituânia.

No comunicado, a Gazprom indicou ter avisado os seus clientes europeus da decisão e disse ter tomado «todas as medidas possíveis» para cumprir as obrigações em relação a estes últimos. «Levamos muito a sério estes desenvolvimentos», comentou hoje em Bruxelas um porta-voz da Comissão Europeia perante a imprensa.

Comissão Europeia invoca Carta Magna da Energia

«Apelamos às duas partes para que resolvam este diferendo amigavelmente e sem demora», disse, aconselhando a Gazprom e a Bielorrússia a reportar-se à Carta Magna da Energia. Este tratado assinado em 1994 visa desenvolver um mercado da energia eficiente entre a Europa oriental e ocidental.

O porta-voz indicou ainda que a Comissão «está pronta, se necessário, a convocar uma reunião do grupo de coordenação sobre o gás, que poderia realizar-se na próxima semana».

Este grupo de coordenação sobre o gás foi criado em 2004 para reforçar a segurança do aprovisionamento em gás natural da União Europeia.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.