Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Crisal investe 25 milhões

A Crisal, empresa de vidro automático da Marinha Grande, tem em curso um processo de modernização em curso envolvendo um investimento total de 25 milhões de euros, o maior dos últimos 8 anos, revela a edição de hoje do Região de Leiria.

Em 2007 foram investidos cinco milhões de euros na aquisição de máquinas e ajuda eléctrica, revelou ao semanário o director-geral da empresa, Carlos Martins. A maior parte do investimento – 20 milhões de euros – está previsto para o próximo ano e envolve a substituição de um forno que vai aumentar a capacidade de produção de 120 para 155 toneladas de vidro fundido por dia.

Também em 2008 estará operacional uma linha de produção adicional que representa mais 12 milhões de peças fabricadas por ano, um acréscimo de 12% face aos actuais 100 milhões.

Integrada no grupo norte-americano Libbey, mas com centro de decisão local, a Crisal conta com oito linhas de produção, exporta os seus produtos para cerca de 50 países e espera facturar 33 milhões de euros em 2007, dos quais 85% no estrangeiro, revela ainda o semanário.

LE com Região de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.