Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Vangest desenha motos para construtor espanhol

O Grupo Vangest assinou um contrato com um construtor espanhol para trabalhar no desenvolvimento de três motos que chegarão ao mercado no próximo ano, revela a edição de hoje do Região de Leiria. A empresa com sede na Marinha Grande será responsável pelo design e engenharia dos componentes plásticos e do chassis, adiantou ao semanário o administrador Victor Oliveira.

O Região de Leiria adianta ainda que o Grupo assinou esta semana um protocolo com a Fundação Fatronik e com o centro tecnológico INASMET, ambos no País Basco, com vista a criar uma empresa para investir na biomédica.

Nesta área de negócio, a Vangest já fornece acessórios de mobilidade, detectores de quedas e desfibriladores. «Temos o know-how e a capacidade, falta-nos o conhecimento dos materiais. No País Basco encontrámos as sinergias necessárias», referiu Victor Oliveira, ao semanário. A partir deste protocolo, o grupo português pretende expandir-se para a Catalunha, Madrid e outros mercados internacionais

LE com Região de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.