Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Unidades hoteleiras Eurosol premiadas com «Chave Verde»

A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) premiou hoje doze empreendimentos turísticos com o galardão «Chave Verde», um programa de educação ambiental que visa reconhecer as boas práticas ambientais e promover o turismo sustentável. Entre eles encontram-se a rede hoteleira da Eurosol em Estarreja, Seia, Gouveia, Leiria e Alcanena, revela a agência Lusa.

O programa, lançado no ano passado, distinguiu hotéis, pousadas e unidades de turismo rural que demonstraram ter cumprido doze critérios de gestão ambiental, envolvimento da equipa de colaboradores, informação aos clientes, administração, ambiente interno, água, resíduos, energia, higiene e limpeza, alimentação, parques e áreas de estacionamento e actividades ao ar livre.

Projecto de âmbito internacional

A «Chave Verde» é um projecto de âmbito internacional que já está em funcionamento em vários países como a Dinamarca, Estónia, França, Suécia e Lituânia. Os empreendimentos «Chave Verde» são sujeitos a auditorias regulares para verificar o cumprimento dos critérios estipulados.

A «Chave Verde» foi ainda atribuída à Casa Melo Alvim (Viana do Castelo) e aos Monho da Tia Antoninha (Moimenta da Beira), Hotel Tivoli Tejo (Lisboa), Quinta do Barrieiro (Marvão), Quinta da Dourada (Portalegre), Hotel Vila Park e Hotel Rural Monte da Lezíria, ambos em Vila Nova de Santo André.

Inicialmente, foram cerca de 30 as empresas turísticas que manifestaram interesse em candidatar-se à «Chave Verde», mas muitas reconheceram que não cumpriam os requisitos e abandonaram o processo de candidatura.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.