Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Grupo de empresários quer construir centro comercial na rodoviária

Um grupo de comerciantes e investidores com interesses na Avenida Heróis de Angola e no centro da cidade quer construir um centro comercial no quarteirão da rodoviária. O projecto, que classificam de inovador, poderá traduzir-se num investimento entre os 60 e os 80 milhões de euros, avança a edição de hoje do Jornal de Leiria.

A ideia passa por transformar a área desde o edifício onde está o Santander Totta, até ao que alberga as oficinas da Lizauto num centro comercial com estacionamento e habitação, num total de 30 mil metros quadrados, para que esta zona possa «sobreviver e mesmo competir com o futuro centro comercial», afirma.

Pretende-se que seja um edifício multimédia, que comunica com o exterior através de ecrãs plasma, aberto à instalação dos comerciantes locais, que pagariam apenas a renda. Os promotores garantem ainda a transferência do terminal da rodoviária para a Nova Leiria e a criação de 600 lugares de estacionamento, propondo também que o trânsito naquele trecho da Avenida Heróis de Angola passe por baixo do centro comercial, para que a superfície seja apenas pedonal.

Fernando Carvalho, vereador das obras, confirmou ao Jornal de Leiria ter conhecimento desta ideia há mais de um ano, mas frisa que se trata apenas de uma intenção.

LE com Jornal de Leiria

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.