Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Barbosa e Almeida entre os 5 casos de sucesso apontados pelo ministro da Economia

A vidreira Barbosa e Almeida, que possui uma fábrica na Marinha Grande, é uma das cinco empresas portuguesas, de diferentes sectores e média dimensão, que vão ser apresentadas como casos de sucesso a nível europeu no conselho informal de ministros da Competitividade, disse à Agência Lusa o ministro da Economia e da Inovação, Manuel Pinho.

A restantes quatro empresas portuguesas que vão ser dadas como exemplo no âmbito do conselho da competitividade, que decorre amanhã e sábado, em Lisboa, são a Logoplaste (embalagens), Simoldes (moldes), Martifer (estruturas) e Serralves (indústrias criativas).

«Estas empresas vão ser apresentadas e discutidas no conselho como case-study, casos de sucesso a nível europeu. Vão contar a sua história, as suas experiências, o seu plano de negócios», adiantou Manuel Pinho.

«Portugal tem empresas de sucesso a actuar no mercado global»

De acordo com o ministro da Economia, e simultaneamente presidente do conselho informal da competitividade, um dos objectivos «é dar um sinal claro de que Portugal tem empresas de sucesso que se estão a afirmar no mercado global».

As Pequenas e Médias Empresas (PME) estão a par da política industrial entre as prioridades do conselho da Competitividade. A presidência portuguesa propõe um maior apoio às PME que, segundo Manuel Pinho, passa pela adopção de «soluções inovadoras para o financiamento», como o capital de risco ou a securitização de créditos.

Além disso, defende o ministro, a presidência sugere também a melhor regulamentação com vista à redução de custos administrativos, a capacitação das PME em mercados terceiros, como a Índia e a China, e a eficiência energética.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.