Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Empresas

Novateca encerra e deixa 38 pessoas no desemprego

A Novateca, uma empresa de moldes da Marinha Grande, encerra esta segunda-feira as portas e deixa no desemprego 38 trabalhadores, disse à Agência Lusa Jorge Calvete, administrador de insolvência. A empresa, fundada em 1968, não deverá passar por um processo de recuperação «porque a gerência assim não entende», disse o gestor, que não descarta a hipótese de isso acontecer, caso seja decidido «pela assembleia de credores, prevista para 11 de Julho».

«Entre os credores, contam-se a Segurança Social, fornecedores e banca», adiantou. Os trabalhadores, que poderão receber as cartas de despedimento hoje à tarde, deverão receber os salários em atraso (Março, Abril e metade do último subsídio de Natal), «através do Fundo de Garantia Salarial, que já foi accionado», acrescentou.

Um sector «em profunda crise»

Em relação aos motivos deste encerramento, o administrador de insolvência não quis especificar razões, mas adiantou que se trata «de um sector (moldes) em profunda crise». «Nos últimos dois meses, tive conhecimento da entrada de cinco pedidos de insolvência em tribunal», disse.

A Lusa tentou contactar a gerência da Novateca, o que não foi possível, em virtude de nenhum dos dois sócios-gerentes se encontrar na empresa.

Gabriela Medeiros, coordenadora distrital de Leiria do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica, admitiu à Lusa a existência de algumas dificuldades no sector, mas considera «difícil fazer o acompanhamento dos trabalhadores, uma vez que não existe grande sindicalização nessas empresas».

Empresa exportava 85% da produção

A Novateca especializou-se em moldes de média dimensão para a indústria automóvel, eléctrica/electrónica, electrodomésticos e embalagem, e exportava cerca de 85% da sua produção para a Alemanha, Canadá, Espanha, Estados Unidos da América, França, Israel e Reino Unido, segundo refere o site da empresa na Internet.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.