Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Investimento estrangeiro na China aumentou quase 10% este ano

O investimento estrangeiro na China aumentou 9,9% nos primeiros cinco meses do ano em comparação com o mesmo período do ano passado e atingiu os 18,8 mil milhões de euros, segundo dados que o Governo chinês hoje divulgou, revela a agência Lusa.

O total do investimento directo estrangeiro (IDE) na China, desde há décadas um dos maiores receptores mundiais de IDE, continuou a aumentar apesar de uma diminuição de 3,75% no número de empresas estrangeiras a investir no país, disse o porta-voz do Ministério do Comércio chinês, Yao Shenhong.

Em Maio, o IDE na China atingiu os 3,67 mil milhões de euros, mais 8,65% do que em Maio de 2006, acrescentou Yao, que falava numa conferência de imprensa de rotina.

Baixos custos de produção e potencial de consumo

Os baixos custos de produção e a presença num mercado potencial de 1,3 mil milhões de pessoas, com cada vez mais dinheiro para gastar, continuam a ser os maiores factores de crescimento do IDE na China.

«Nos primeiros cinco meses do ano foram criadas 15 072 empresas de capital estrangeiro», disse Yao, que adiantou que as empresas de capital estrangeiro foram responsáveis por 58% das exportações chinesas em 2006, que bateram o recorde de 969 mil milhões de dólares (728,1 mil milhões de euros).

A China foi o quarto maior receptor de IDE em 2006, segundo cálculos das Nações Unidas, que referem que as empresas estrangeiras detêm mais de 300 mil fábricas no país.

Reservas chinesas são já um quinto do total mundial

A entrada de IDE tem sido um dos factores para o crescimento das reservas chinesas em moeda estrangeira, que atingem já os 1,2 biliões de dólares (901 mil milhões de euros), mais de um quinto do total mundial.

O alto IDE também vem aumentar a liquidez no sistema económico chinês, reduzindo a força das políticas anti-inflacionárias do Governo, o que contribuiu para o aumento de 3,4% da inflação em Maio, a maior subida em 24 meses.

LE com Lusa

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.