Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Factura com juros pode subir 20% até final do ano

Custo mensal com habitação e consumo vai subir dezenas de euros A factura mensal com os juros do crédito à habitação, ou ao consumo, paga pelos portugueses, pode aumentar 20% até ao fim do ano. Isto porque o Banco Central Europeu deverá aumentar a tabela do preço do dinheiro dos actuais 3,75% para os 4,5%, revela a edição de hoje do Diário de Notícias.

Já amanhã, os governadores da Zona Euro, reunidos em “plenário” no BCE, deverão elevar as taxas de juros dos actuais 3,75% para os 4%, um aumento antevisto pelos bancos que a maioria dos consumidores já está a pagar nas facturas bancárias com os empréstimos à habitação.

O pior estará para vir durante os próximos meses. O Diário de Notícias relembra que, até agora, a maioria dos analistas esperava que as taxas de juro atingissem os 4,5% apenas no final do primeiro semestre, ou no terceiro trimestre de 2008, mas os últimos dados da economia europeia, e a “obsessão” do BCE pelos “riscos” de uma subida da inflação, levaram os analistas a reverem as suas posições.

«Agora, os mercados esperam uma nova subida de 0,25 pontos nas taxas de juro em Setembro, o que – incluindo o aumento esperado para amanhã – estacionará o preço do dinheiro em 4,25%. Em Dezembro, estima-se nova escalada, para os 4,5%, perfazendo, então, uma dezena de aumentos das taxas desde Dezembro de 2005», adianta o diário.

LE com Diário de Notícias

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros. 

Exportações de moldes atingem novo recorde em 2016

Em 2016, as exportações da indústria portuguesa de moldes ascenderam a 626 milhões de euros, o que representa o quinto recorde consecutivo e a primeira vez que ultrapassam a barreira dos 600 milhões de euros. Aquele valor representa um acréscimo de 92% face a 2010.