Javascript desactivado

Para completa funcionalidade deste site é necessário activar o JavaScript. Aqui estão as instruções de como activar o JavaScript no seu navegador.

Actualidade

Projecto Skylander tem 180 pedidos

A empresa francesa GECI International, promotora do projecto Skylander, diz estarem praticamente fechadas mais de 180 encomendas para a produção do avião bimotor, garantindo a produção na fábrica de Évora por quatro anos, revela o Diário Económico.

Em declarações à agência Lusa, Serge Bitboul, responsável pelo grupo aeronáutico francês, diz que as intenções de compra do aparelho são manifestadas pelo «clube de lançamento que integra operadores e distribuidores», composto por nove entidades, em breve reforçado com mais seis empresas. Recorde-se que a GECI International criou a Sky Aircraft Industries, em conjunto com investidores portugueses, para promover o projecto.

Estudos de mercado feitos por empresas norte-americanas revelam que o Skylander pode conquistar 30% do mercado dos aviões com peso entre as 1,5 e três toneladas. Uma das possíveis razões deve-se à antiguidade de metade dos aparelhos que estão no mercado, com cerca de 30 anos.

Oportunidade para empresas da região

Recorde-se que este projecto pode representar uma oportunidade para algumas empresas do sector dos moldes da região, como admitiu, em Julho do ano passado, Leonel Costa, presidente da CEFAMOL. Na mesma altura, o Grupo Vangest e Iberomoldes mostraram interesse no projecto.

O projecto foi considerado de Interesse Nacional (PIN) e vale 125 milhões de euros. A produção começa este Verão, num hangar de mil metros quadrados, em Évora, empregando três mil pessoas.

As mais lidas

Secil inaugura unidade de produção de microalgas em Pataias

A Secil inaugurou hoje, na sua fábrica em Pataias, Alcobaça, uma unidade de produção de microalgas. O projecto envolve a captação e utilização do CO2 ali gerado, por microalgas, que são depois canalizadas para os mercados que as aproveitam como ingrediente sustentável, natural e rico em compostos bioquímicos, nomeadamente para os da alimentação humana e animal. O investimento é de 15 milhões de euros.

Câmara vende Topo Norte do Estádio por 1,3 milhões para instalação das Finanças

O Município de Leiria aprovou esta terça-feira uma proposta de alienação da Torre Nascente do Topo Norte do Estádio Dr. Municipal Magalhães Pessoa, com uma área de construção de 4.500 metros quadrados, destinada a instalações para albergar e juntar num único local os Serviços de Finanças locais e distritais de Leiria. O valor da alienação do prédio é fixado em  1.339.503 euros.